Arcebispo quer ouvir "denúncias de extrema gravidade" Arcebispo quer ouvir "denúncias de extrema gravidade"
O Antagonista

Arcebispo quer ouvir “denúncias de extrema gravidade” sobre Lancellotti

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 16.01.2024 13:06 comentários
Brasil

Arcebispo quer ouvir “denúncias de extrema gravidade” sobre Lancellotti

O cardeal dom Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo, enviou um ofício ao presidente da Câmara Municipal de São Paulo, Milton Leite (União Brasil), solicitando o envio das denúncias graves feitas pelo vereador Rubinho Nunes (União) a respeito do padre Júlio Lancellotti...

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 16.01.2024 13:06 comentários 0
Arcebispo quer ouvir “denúncias de extrema gravidade” sobre Lancellotti
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O cardeal dom Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo, enviou um ofício ao presidente da Câmara Municipal de São Paulo, Milton Leite (União Brasil), solicitando o envio das denúncias graves feitas pelo vereador Rubinho Nunes (União) a respeito do padre Júlio Lancellotti (foto).

Segundo informações da Folha de S. Paulo, o vereador Nunes tem trabalhado para instalar uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) em fevereiro, com o padre sendo o principal alvo. Em entrevista ao jornal, Leite confirmou que recebeu denúncias de extrema gravidade e que as encaminhará ao Ministério Público de São Paulo, à CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil) e ao Vaticano. No entanto, ele não revelou o conteúdo das denúncias até o momento.

Peço um pouco de paciência. Vou aguardar que a primeira denúncia contra o padre chegue ao Vaticano, que está sendo providenciada. Tanto lá quanto no Ministério Público estadual [de São Paulo] e na CNBB [Confederação Nacional dos Bispos do Brasil]“, afirmou Leite ao jornal paulistano.

E acrescentou, “Quando as denúncias contra ele, que são de extrema gravidade, forem protocoladas, vou me manifestar. Até lá, eu vou aguardar a reunião do colégio de líderes [que ocorrerá no retorno do recesso do Legislativo paulistano].”

O que diz a Arquidiocese de São Paulo?

Em nota oficial, a Arquidiocese de São Paulo informou que, após tomar conhecimento da entrevista, enviou um ofício ao vereador Nunes solicitando a transmissão das supostas denúncias. A Arquidiocese afirmou desconhecer o conteúdo das acusações mencionadas pelo vereador e lamentou não ter sido informada adequadamente sobre o assunto.

No início deste mês, a Arquidiocese manifestou perplexidade diante da possível abertura da CPI. Oficialmente, a investigação tem como foco o trabalho das ONGs que atuam no centro de São Paulo. No entanto, nas redes sociais e em entrevistas, o vereador Nunes deixou claro que o padre é seu principal alvo, sendo um crítico de suas atividades.

Tanto é assim que as duas entidades que devem ser investigadas pela CPI, o Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto, conhecido como Bompar, e o coletivo Craco Resiste, estão diretamente ligadas à atuação do padre, na opinião do vereador.

O Bompar é uma entidade filantrópica ligada à Igreja Católica, da qual o padre Júlio já foi conselheiro, embora não seja mais. Já o coletivo Craco Resiste atua contra a violência policial na região da cracolândia.

O que disse o padre Júlio Lancellotti?

O padre Júlio afirmou em entrevista à Folha que não faz parte de nenhuma ONG e não está envolvido em projetos que utilizam recursos públicos. Portanto, ele não vê sentido em ser investigado. A situação continua a gerar controvérsia e está aguardando os desdobramentos das investigações solicitadas pela Arquidiocese.

CPI das ONGs

O pedido de abertura da CPI foi protocolado por Nunes em dezembro, com o apoio de 24 vereadores. Em janeiro, houve sinalização positiva por parte da cúpula da Câmara para a instalação da CPI. No entanto, devido à forte repercussão contrária, alguns vereadores têm retirado seu apoio.

Em entrevista ao programa Meio-Dia em Brasília, o autor do pedido de instalação da CPI das ONGs em São Paulo, o vereador Rubinho Nunes (União), negou que a investigação tenha como foco único a atuação do padre Júlio Lancellotti na região central da capital, em especial na Cracolândia.

“Os parlamentares de esquerda, especialmente o PT e o PSOL tentam, a todo custo, blindar o Padre Júlio Lancellotti e deixam de lado um fator importante que é justamente a investigação das ONGs. Não se trata de uma questão de direita versus esquerda. Não se trata de uma questão politizada. A esquerda tenta politizar justamente para se evitar que se investigue as ONGs”, disse Nunes a O Antagonista.

Brasil

13 guardas italianos presos por tortura á jovens detidos

22.04.2024 18:34 3 minutos de leitura
Visualizar

Crusoé: PT escolhe ex-PDT para concorrer à prefeitura em Fortaleza

Visualizar

Rui Costa vira alvo de críticas por parte de indígenas

Visualizar

Últimos dias para solicitar isenção no Enem 2024

Visualizar

Empresas financeiras ocidentais na China em desaceleração

Visualizar

Trem em chamas atravessa Londres

Visualizar

Tags relacionadas

Câmara Municipal de São Paulo CPI das ONGs Dom Odilo Scherer Milton Leite Padre Júlio Lancellotti Rubinho Nunes
< Notícia Anterior

Incidente no aeroporto de Hokkaido, Japão: aviões colidem sem deixar feridos

16.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

A conversa entre Bill Gates e Marina Silva no Fórum Econômico

16.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

13 guardas italianos presos por tortura á jovens detidos

13 guardas italianos presos por tortura á jovens detidos

22.04.2024 18:34 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: PT escolhe ex-PDT para concorrer à prefeitura em Fortaleza

Crusoé: PT escolhe ex-PDT para concorrer à prefeitura em Fortaleza

22.04.2024 18:29 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Rui Costa vira alvo de críticas por parte de indígenas

Rui Costa vira alvo de críticas por parte de indígenas

22.04.2024 18:27 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Últimos dias para solicitar isenção no Enem 2024

Últimos dias para solicitar isenção no Enem 2024

22.04.2024 18:27 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.