Anitta responde a moção de repúdio ironizando e criticando os deputados Anitta responde a moção de repúdio ironizando e criticando os deputados
O Antagonista

Anitta responde a moção de repúdio ironizando e criticando os deputados

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 25.05.2024 20:36 comentários
Brasil

Anitta responde a moção de repúdio ironizando e criticando os deputados

Anitta responde irônica a moção de repúdio dos deputados, destacando foco em questões triviais.

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 25.05.2024 20:36 comentários 0
Anitta responde a moção de repúdio ironizando e criticando os deputados
Reprodução/Instagram

A cantora brasileira Anitta manifestou sua indignação em relação a uma moção de repúdio aprovada contra ela, Pabllo Vittar e Madonna, destacando a atenção dispensada a questões consideradas por ela secundárias pelos deputados.

O que diz a moção de repúdio contra Anitta e outras cantoras?

No documento emitido pela Câmara dos Deputados, a alegação é de despautério e vilipêndio à fé da maioria dos brasileiros. O evento mencionado ocorreu em uma época sensível, de luto por uma calamidade natural que afetou intensamente o Rio Grande do Sul.

A moção critica severamente a realização do evento financiado com recursos públicos, durante um período de grande comoção e necessidades intensas de parte da população brasileira por conta dos impactos das chuvas no estado do Rio Grande do Sul.

Qual a resposta de Anitta à moção?

Anitta, com sua conhecida irreverência, ironizou a moção em suas redes sociais. “Acordei arrasada, desolada, sem chão…”, disse ela, sugerindo surpresa e desconforto simulados. Ela criticou o tempo investido pelos parlamentares em ações que considera pouco produtivas enquanto outras questões nacionais demandam mais atenção.

Impacto nas redes sociais

A postura de Anitta gerou ampla discussão nas redes, dividindo opiniões entre suporte à liberdade artística e acordo com a posição dos deputados no cenário político e social atual do país.

Repercussões políticas e apoio público

Além de Anitta e Pabllo, figuras políticas como o governador Cláudio Castro e o prefeito Eduardo Paes também foram envolvidos na moção. Isso demonstra o alcance e a complexidade das repercussões de eventos culturais ligados às esferas de poder público.

Madonna, que realizou o show gratuito na praia de Copacabana encerrando sua turnê de 40 anos de carreira, também foi citada na moção. O evento teve uma participação massiva, elevando as discussões sobre o uso de recursos públicos em eventos de grande porte.

O acontecimento na Praia de Copacabana

Segundo a Prefeitura do Rio de Janeiro, cerca de 1,6 milhão de pessoas participaram do evento, o que ressalta a grandiosidade e a popularidade do show, contrastando com as críticas feitas pelo documento oficial do Parlamento.

Mundo

Onda de calor assusta a Europa e ameaça colheitas

25.06.2024 17:49 3 minutos de leitura
Visualizar

Muita facção para poucos fiscais no Brasil

Visualizar

STF descriminaliza maconha e dá 18 meses para o Congresso regulamentar tema

Visualizar

Danilo discute com torcedor após jogo da Copa América

Visualizar

Batman 2: Andy serkis Revela que gravações começam em 2025

Visualizar

Emissora de TV passa a transmitir Papo Antagonista com Felipe Moura Brasil

Visualizar

Tags relacionadas

Anitta moção de repúdio resposta
< Notícia Anterior

Campeonato argentino tem partida suspensa por briga intensa

25.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Chuvas no RS: Número de morto sobe para 166

25.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Muita facção para poucos fiscais no Brasil

Muita facção para poucos fiscais no Brasil

25.06.2024 17:45 6 minutos de leitura
Visualizar notícia
STF descriminaliza maconha e dá 18 meses para o Congresso regulamentar tema

STF descriminaliza maconha e dá 18 meses para o Congresso regulamentar tema

25.06.2024 17:39 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Fux rebate Toffoli: "Brasil não tem governo de juízes"

Fux rebate Toffoli: "Brasil não tem governo de juízes"

25.06.2024 17:22 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Vídeo: Valentões saem na porrada em academia de BH

Vídeo: Valentões saem na porrada em academia de BH

25.06.2024 17:20 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.