Amazônia à beira de um colapso irreversível até 2050 Amazônia à beira de um colapso irreversível até 2050
O Antagonista

Amazônia à beira de um colapso irreversível até 2050

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 18.02.2024 10:00 comentários
Brasil

Amazônia à beira de um colapso irreversível até 2050

Estudo aponta que a Amazônia pode atingir um ponto irreversível de degradação até 2050.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 18.02.2024 10:00 comentários 0
Amazônia à beira de um colapso irreversível até 2050
Fonte: Reprodução / REUTERS/Leonardo Benassatto

Pesquisadores brasileiros publicaram um alarmante estudo na revista Nature na quarta-feira (14), revelando que a Amazônia pode atingir um ponto de não retorno até 2050. O estudo indica que a maior floresta tropical do mundo está à beira de um colapso parcial ou total.

A Floresta Amazônica em risco

A previsão dos pesquisadores é que entre 10% a 47% da floresta esteja exposta a ameaças consideradas graves até meados do século. Estas ameaças, que incluem o aumento das temperaturas, secas extremas, desmatamento e incêndios florestais, podem ter um impacto profundo no clima, resultando na redução das chuvas na região e elevando o risco de um colapso em larga escala.

O ponto de não retorno é um ponto a partir do qual o sistema se retroalimenta numa aceleração de perda de florestas, e perdemos o controle”, explica um dos líderes do estudo internacional, Bernardo Flores, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

As consequências de ultrapassar os limites críticos

Para evitar o colapso do bioma, devem-se manter dentro dos limites críticos identificados. Entre eles estão: aumento na temperatura média global que não deve ultrapassar 1,5ºC, volume de chuvas acima de 1.800 mm, desmatamento não superior a 10% da cobertura original da floresta e restauração de pelo menos 5% do bioma.

Os cientistas relatam que, nas últimas décadas, a Amazônia tem enfrentado pressões nunca antes vista, resultantes das mudanças climáticas e do uso do solo. Esses fatores têm prejudicado mecanismos de retroalimentação que garantem a chamada “resiliência” da floresta.

Ameaça de perda florestal irreversível

O alerta global para a perda da floresta diz respeito às grandes quantidades de carbono que estariam sendo emitidas na atmosfera, o que pode acelerar ainda mais o aquecimento do planeta. Além disso, a perda de florestas em grandes extensões da Amazônia acaba por reduzir a circulação de umidade na atmosfera, afetando o regime de chuvas e consequentemente causando prejuízos não só a regiões próximas, mas também em outras partes do mundo, como a Ásia e a Antártida.

“É necessário frear o desmatamento e a emissão de gases efeito estufa”, afirma Flores. Ele acredita que é preciso combinar esforços locais para conter o desmatamento e expandir a restauração da floresta com iniciativas globais para parar a emissão de gases de efeito estufa.

Para evitar a degradação da floresta, os pesquisadores sugerem algumas maneiras possíveis de conter essa trajetória alarmante. A pesquisa levou três anos para ser concluída e contou com financiamento do Instituto Serrapilheira. Dos 24 autores do artigo, 14 são do Brasil.

Mundo

Atos em Columbia: uivo contra a civilização e atração pela barbárie

22.04.2024 13:51 6 minutos de leitura
Visualizar

Brasil vai passar por nova onda de calor

Visualizar

Polícia Federal desarticula rede de tráfico no Porto de Paranaguá

Visualizar

Onde assistir Milan x Inter de Milão: confira detalhes da partida

Visualizar

Lula instrui Haddad a ler menos e falar mais com o Congresso

Visualizar

A rachadinha do PCC no gabinete de um vereador

Visualizar

Tags relacionadas

Amazônia desmatamento na Amazônia devastação Amazônia
< Notícia Anterior

FENAPPF repudia acusações de corrupção após fuga em Penitenciária Federal de Mossoró

18.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Conib repudia “distorção perversa” de Lula sobre Holocausto

18.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Brasil vai passar por nova onda de calor

Brasil vai passar por nova onda de calor

22.04.2024 13:47 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Polícia Federal desarticula rede de tráfico no Porto de Paranaguá

Polícia Federal desarticula rede de tráfico no Porto de Paranaguá

22.04.2024 13:47 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Onde assistir Milan x Inter de Milão: confira detalhes da partida

Onde assistir Milan x Inter de Milão: confira detalhes da partida

22.04.2024 13:30 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Lula instrui Haddad a ler menos e falar mais com o Congresso

Lula instrui Haddad a ler menos e falar mais com o Congresso

22.04.2024 13:21 1 minuto de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.