A teimosia de Lula A teimosia de Lula
O Antagonista

A teimosia de Lula

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 12.04.2024 19:33 comentários
Brasil

A teimosia de Lula

Lula se pronunciou sobre a crise entre o seu ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e o presidente da Câmara, Arthur Lira

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 12.04.2024 19:33 comentários 0
A teimosia de Lula
Alexandre Padilha com Lula no Palácio do Planalto. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Lula (PT; foto) se pronunciou nesta sexta-feira, 12 de abril, sobre a crise entre o seu ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha (PT), e o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

Responsável pela articulação do governo com o Congresso, Padilha tem um histórico de desavenças com Lira. Mais recentemente, na quinta, 11, Lira chamou o petista de “desafeto” e “incompetente”.

Lula usou uma metáfora do casamento para defender seu ministro.

“O Padilha está no cargo que parece ser o melhor do mundo nos primeiros seis meses. E depois começa a ser um cargo muito difícil. Porque nos primeiros seis meses, é como um casamento, nos primeiros seis meses de casamento é tudo maravilhoso… Então, o que acontece é que chega um momento que começa a cobrar”, disse o presidente nesta sexta.

Ele deu a declaração na inauguração de sede da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfevea), em São Paulo.

Então Lula afirmou: “Só de teimosia, o Padilha vai ficar muito tempo nesse ministério, porque não tem ninguém melhor preparado para lidar com a diversidade dentro do Congresso Nacional que o companheiro Padilha”.

“Desafeto”

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL; foto), chamou o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha (PT), de “desafeto” e “incompetente”.

Lira deu a declaração a jornalistas nesta nesta quinta-feira, 11 de abril, ao ser questionado se teria saído enfraquecido após o plenário da Câmara manter a prisão do deputado Chiquinho Brazão (Sem Partido – RJ), suspeito de ser mandante do assassinato de Marielle Franco.

Aliados do presidente da Câmara votaram para liberar Brazão.

“Essa notícia hoje, que você está tentando verbalizar, porque os grandes jornais fizeram, foi vazada do governo e basicamente do ministro Padilha, que é um desafeto, além de pessoal, incompetente”, disse Lira.

“Não existe partidarização, eu deixei bem claro que ontem a votação é de cunho individual, cada deputado é responsável pelo voto que deu. Não tem nada a ver”, acrescentou.

Câmara mantém Brazão preso

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta quarta, 10 de abril, a manutenção da prisão do deputado Chiquinho Brazão (Sem Partido – RJ; foto). Ele está preso desde 24 de março, suspeito de ser um dos mandantes do assassinato de Marielle Franco.

O placar foi de 277 votos a favor, 129 contrários e 28 abstenções.

Mais cedo, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou o parecer pela manutenção da prisão preventiva de Brazão. O placar foi 39 votos a favor e 25 contra. Houve uma abstenção.

Brazão é acusado de ser o mandate do assassinato da vereadora pelo Rio de Janeiro Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Gomes. O crime aconteceu em 2018, quando o atual parlamentar também era vereador pela capital fluminense.

A reunião na CCJ durou cerca de cinco horas, e foi marcada por embate entre os parlamentares. Deputados de siglas como o PL, o União Brasil, o PP e o Republicanos se posicionaram contra.

Um entendimento era de que a aprovação deste parecer poderia abrir precedentes para a prisão de outros parlamentares sob investigação. Também pesou a rivalidade entre o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Legislativo.

Mundo

Dona do "Call of Duty" é acusada de homicídio culposo por tiroteio em escola dos EUA

24.05.2024 22:26 3 minutos de leitura
Visualizar

Google revisa IA para corrigir erros bizarros

Visualizar

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

Visualizar

Ivan Sant'anna na Crusoé: Terra de fronteira – Primeira parte

Visualizar

Boeing e NASA superam desafios e preparam 1° voo tripulado da Starliner

Visualizar

Rodolfo Borges na Crusoé: Um goleiro nunca é o bastante

Visualizar

Tags relacionadas

Alexandre Padilha Lula
< Notícia Anterior

Corinthians vai pagar R$ 25 milhões a intermediário da nova patrocinadora

12.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Escola do DF denuncia racismo em campeonato

12.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

24.05.2024 21:37 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Facções avisam que vão vingar morte de crianças em BH

Facções avisam que vão vingar morte de crianças em BH

24.05.2024 20:58 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ministério Público vai recorrer de absolvição de Cláudio Castro

Ministério Público vai recorrer de absolvição de Cláudio Castro

24.05.2024 20:57 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Brasil ultrapassa 3 mil mortes por dengue em 2024

Brasil ultrapassa 3 mil mortes por dengue em 2024

24.05.2024 20:44 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.