Guedes propõe unir PIS-Cofins, com alíquota de 12%; leia a íntegra Guedes propõe unir PIS-Cofins, com alíquota de 12%; leia a íntegra
O Antagonista

Guedes propõe unir PIS-Cofins, com alíquota de 12%; leia a íntegra

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 21.07.2020 16:19 comentários
Brasil

Guedes propõe unir PIS-Cofins, com alíquota de 12%; leia a íntegra

Leia aqui a íntegra da proposta de reforma tributária apresentada nesta terça-feira (21) ao Congresso pelo ministro da Economia, Paulo Guedes...

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 21.07.2020 16:19 comentários 0
Guedes propõe unir PIS-Cofins, com alíquota de 12%; leia a íntegra
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Leia aqui a íntegra da proposta de reforma tributária apresentada nesta terça-feira (21) ao Congresso pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

“Em vez de mandarmos uma PEC, mandamos propostas que podem, então, ser trabalhadas e acopladas”, disse Guedes.

Nesta primeira fase, o governo propõe basicamente a unificação de PIS e Cofins, os dois tributos federais sobre o consumo, para criar uma Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS). A alíquota proposta é de 12% — para as instituições financeiras, a alíquota seria de 5,8%.

“A CBS incidirá apenas sobre a receita decorrente do faturamento empresarial, ou seja, sobre as operações realizadas com bens e serviços em sentido amplo”, diz trecho da proposta.

Todas as empresas, segundo a proposta de Guedes, passariam a ser tributadas pelo regime não cumulativo, que prevê créditos nas compras de insumos.

“Todo e qualquer crédito vinculado à atividade empresarial poderá ser descontado da CBS devida e os créditos acumulados serão devolvidos.”

A ideia do imposto único é reduzir burocracia e custos. Mas o setor de serviços considera que haverá aumento de tributação.

A proposta de reforma tributária da Câmara unifica cinco impostos. E a do Senado, nove. O texto apresentado por Guedes será inserido nesse debate mais amplo no Congresso.

Temas como a inclusão de tributos estaduais no imposto único, mudanças no Imposto de Renda e alteração da carga tributária deverão ser tratados pelo governo em um segundo momento.

Para que não fosse preciso alterar a Constituição, o imposto único proposto por Guedes ficará restrito à arrecadação federal. Ele explicou assim:

“Em respeito à Federação e ao Congresso, não cabe ao ministro da Fazenda e, sim, ao Congresso, legislar sobre as relações entre os entes federativos. Não posso invadir o território dos prefeitos, falando sobre ISS, e dos governadores, falando sobre ICMS. Apoiamos o acoplamento desses impostos. Pode ser que haja estados que queiram acoplar, e estados que não. Mas é sobretudo uma tarefa do Congresso.”

Mundo

China intensifica exercícios militares no segundo dia em Taiwan

23.05.2024 23:23 3 minutos de leitura
Visualizar

Noruega restringe turistas russos

Visualizar

BARK Air revoluciona viagens aéreas de luxo para cães

Visualizar

Bandido atropelado por Lamborghini devolve o Rolex

Visualizar

Brasileiros perdem R$2,7 Bi em golpes de veículos online em 2023

Visualizar

Tragédia no Everest: Alpinista queniano morre próximo ao cume

Visualizar

Tags relacionadas

Congresso impostos Paulo Guedes Reforma Tributária
< Notícia Anterior

Paulo Guedes: "É a política que dita o ritmo das reformas"

21.07.2020 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Alesp aprova urgência para lei que proíbe fogos barulhentos

21.07.2020 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Bandido atropelado por Lamborghini devolve o Rolex

Bandido atropelado por Lamborghini devolve o Rolex

23.05.2024 22:34 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Brasileiros perdem R$2,7 Bi em golpes de veículos online em 2023

Brasileiros perdem R$2,7 Bi em golpes de veículos online em 2023

23.05.2024 22:27 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Metade dos gaúchos reprova atuação do governo federal

Metade dos gaúchos reprova atuação do governo federal

23.05.2024 21:23 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Milionário recebe alta após sofrer AVC

Milionário recebe alta após sofrer AVC

23.05.2024 20:24 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.