Qatar por trás de manifestações antissemitas? Qatar por trás de manifestações antissemitas?
O Antagonista

Qatar por trás de manifestações antissemitas?

avatar
Alexandre Borges
2 minutos de leitura 30.04.2024 06:53 comentários
Mundo

Qatar por trás de manifestações antissemitas?

Os protestos estudantis fazem parte de uma estratégia bem financiada e organizada para influenciar a opinião pública e a política externa americana, diz estudo

avatar
Alexandre Borges
2 minutos de leitura 30.04.2024 06:53 comentários 0
Qatar por trás de manifestações antissemitas?
Foto: Reprodução

Os protestos contra Israel nos campi de universidades americanas resultam do financiamento do Qatar à “educação” nos Estados Unidos e de seus esforços de propaganda no país, segundo o Dr. Yaron Friedman, professor de árabe e pesquisador do Departamento de Estudos do Oriente Médio e Islâmicos da Universidade de Haifa.

Em análise publicada no jornal The Jerusalem Post nesta terça-feira, 30, ele lembra que, a partir de 2019, a imprensa árabe nos países da coligação que impôs um boicote ao Qatar pelo seu apoio ao terrorismo – Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Bahrein e Egito – revelou como o movimento da “Irmandade Muçulmana” tinha começado a dominar segmentos do sistema educacional dos EUA.

O Qatar investiu aproximadamente US$ 5,6 bilhões em 81 universidades americanas desde 2007, incluindo instituições renomadas como Harvard, Yale, Cornell e Stanford, de acordo com levantamento feito há dois meses por Raymond Ibrahim, um acadêmico cristão de origem egípcia.

Um artigo de 2020, da pesquisadora Najat Al-Saeed, , dos Emirados Árabes Unidos, denuncia uma aliança entre a esquerda radical americana e ativistas da Irmandade Muçulmana, também financiados pelo Qatar. Esses grupos influenciam o sistema educacional americano, suprimindo vozes dissidentes sob o pretexto de “correção política” e “pensamento racista”.

Fundos

Al-Saeed aponta que os fundos catarianos não apenas promovem a ideologia islâmica, mas também buscam denegrir a imagem de adversários geopolíticos do Qatar, como Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes Unidos e Bahrein.

Os protestos estudantis, que parecem ser uma resposta juvenil espontânea ao conflito Israel-Palestina, são, na verdade, parte de uma estratégia bem financiada e organizada para influenciar a opinião pública e a política externa americana.

Este fenômeno revela o que está por trás dos movimentos estudantis e põe em dúvida o papel das universidades como centros de educação independente e livre de influências externas nocivas.

Leia mais: Blinken pressiona Hamas a aceitar proposta “extraordinariamente generosa”

Mundo

Dona do "Call of Duty" é acusada de homicídio culposo por tiroteio em escola dos EUA

24.05.2024 22:26 3 minutos de leitura
Visualizar

Google revisa IA para corrigir erros bizarros

Visualizar

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

Visualizar

Ivan Sant'anna na Crusoé: Terra de fronteira – Primeira parte

Visualizar

Boeing e NASA superam desafios e preparam 1° voo tripulado da Starliner

Visualizar

Rodolfo Borges na Crusoé: Um goleiro nunca é o bastante

Visualizar

< Notícia Anterior

Flamengo e Adidas renovam por valores milionários até 2029

30.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

FGTS: empréstimos podem substituir Saque-Aniversário

30.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Alexandre Borges

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Dona do "Call of Duty" é acusada de homicídio culposo por tiroteio em escola dos EUA

Dona do "Call of Duty" é acusada de homicídio culposo por tiroteio em escola dos EUA

24.05.2024 22:26 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Google revisa IA para corrigir erros bizarros

Google revisa IA para corrigir erros bizarros

24.05.2024 22:02 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ivan Sant'anna na Crusoé: Terra de fronteira – Primeira parte

Ivan Sant'anna na Crusoé: Terra de fronteira – Primeira parte

24.05.2024 21:16 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Boeing e NASA superam desafios e preparam 1° voo tripulado da Starliner

Boeing e NASA superam desafios e preparam 1° voo tripulado da Starliner

24.05.2024 21:15 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.