Ideólogo de Putin defende Musk Ideólogo de Putin defende Musk
O Antagonista

Ideólogo de Putin defende Musk

avatar
Alexandre Borges
3 minutos de leitura 09.04.2024 06:00 comentários
Mundo

Ideólogo de Putin defende Musk

O filósofo russo Alexandr Dugin manifesta apoio a Elon Musk contra decisões de Alexandre de Moraes

avatar
Alexandre Borges
3 minutos de leitura 09.04.2024 06:00 comentários 0
Ideólogo de Putin defende Musk
Foto: Reprodução, BBC Newsnight

Em uma postagem na rede social X, Alexandr Dugin, ideólogo do presidente russo Vladimir Putin, expressou seu apoio a Elon Musk em face das ações do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) do Brasil, relacionadas à plataforma.

Dugin criticou a decisão do Brasil de censurar a rede social, argumentando que “é a única rede global sem censura” e essencial para a liberdade de expressão. “A verdadeira liberdade é assim”, afirmou, destacando que a X oferece uma visão correta dos eventos globais, apesar de não se autoproclamar a detentora da verdade absoluta.

As relações entre Elon Musk e Vladimir Putin têm sido complexas ao longo dos anos. Iniciaram em 2015, com discussões sobre possível colaboração entre a SpaceX, de Musk, e a agência espacial russa Roscosmos, e atingiram um ponto crítico com a invasão russa da Ucrânia em 2022.

Musk, que se opôs à invasão, forneceu terminais Starlink para ajudar na defesa da Ucrânia. Em contrapartida, sugeriu um plano de paz que incluía concessões controversas à Rússia, recebendo críticas de várias frentes, inclusive do governo ucraniano. A relação entre Musk e Putin é marcada por uma desconfiança mútua.

Quem é Alexandr Dugin

O cientista político e filósofo russo Alexándr Gélievitch Dúgin, nascido em 7 de janeiro de 1962, em Moscou, é conhecido por ter uma forte influência no presidente russo Vladimir Putin e no primeoro escalão das forças armadas do país.

Dugin foi fundador e líder de vários movimentos e partidos, incluindo o Partido Bolchevique Nacional, a Frente Bolchevique Nacional e o Partido da Eurásia. Também serviu como conselheiro do presidente da Duma Estatal, Gennadiy Seleznyov, e como membro líder do partido governante Rússia Unida, Sergei Naryshkin.

Ele é autor de mais de 30 livros, entre eles “Fundamentos da Geopolítica” (1997) e “O Quarto Partido Político” (2009), e é conhecido por suas visões que misturam ideologias vistas como de extrema-esquerda e também de extrema-direita, com uma inclinação particular à extrema-direita. Suas influências incluem pensadores da escola perenialista e do Movimento Revolucionário Conservador, especialmente Carl Schmitt, de quem extrai vários conceitos sociológicos.

Na vida pessoal, Dugin teve duas esposas, com quem teve filhos, e enfrentou tragédias pessoais, como o assassinato de sua filha Darya Dugina em 2022. Ele também tem relações com o Brasil, tendo visitado o país para palestras e manifestando interesse pela cultura brasileira.

Profissionalmente, Dugin tem se envolvido em diversos movimentos políticos e ideológicos, desde o anticomunismo até o apoio à geopolítica de expansão russa. Ele é conhecido por suas críticas ao liberalismo e ao Ocidente, promovendo uma visão de mundo baseada no fortalecimento do Estado russo e na oposição à hegemonia dos EUA.

Dugin apoia o conceito de um “império eurasiano” e tem sido associado a ideias fascistas e a teorias da conspiração. Suas visões geopolíticas e suas propostas para a Rússia têm alarmado cientistas políticos e observadores internacionais.

Mundo

Tesla aprova pagamento de 56 bilhões para Elon Musk

13.06.2024 21:11 3 minutos de leitura
Visualizar

PT acuado no Congresso, sem mensalão e petrolão

Visualizar

Lula alopra sobre IA e “Sul Global”

Visualizar

Chuvas causam inundações no Chile e deixam centenas desabrigados

Visualizar

O lero-lero de Lula sobre Putin

Visualizar

Deputado quer incluir aumento de pena para crime de estupro em PL anti-aborto

Visualizar

< Notícia Anterior

Bolsa Família 2024: novidades e aumento, saiba tudo aqui

09.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Casa Branca reafirma apoio à agenda trans após condenação do Papa

09.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Alexandre Borges

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Tesla aprova pagamento de 56 bilhões para Elon Musk

Tesla aprova pagamento de 56 bilhões para Elon Musk

13.06.2024 21:11 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Chuvas causam inundações no Chile e deixam centenas desabrigados

Chuvas causam inundações no Chile e deixam centenas desabrigados

13.06.2024 21:03 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
NASA cancela caminhada espacial na ISS minutos antes da atividade

NASA cancela caminhada espacial na ISS minutos antes da atividade

13.06.2024 20:35 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Biden diz que não vai dar induto de perdão ao filho Hunter

Biden diz que não vai dar induto de perdão ao filho Hunter

13.06.2024 19:49 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.