Após perder 2 vezes, Lula vai ao STJ contra 'PowerPoint' de Dallagnol Após perder 2 vezes, Lula vai ao STJ contra 'PowerPoint' de Dallagnol
video destaque
21.03.2022

Após perder 2 vezes, Lula vai ao STJ contra ‘PowerPoint’ de Dallagnol

A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) pautou para esta terça-feira (22) o julgamento de uma ação indenizatória apresentada por Lula contra Deltan Dallagnol, ex-coordenador da Lava Jato. O relator do caso é o ministro Luís Felipe Salomão...

A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) pautou para esta terça-feira (22) o julgamento de uma ação indenizatória apresentada por Lula contra Deltan Dallagnol, ex-coordenador da Lava Jato. O relator do caso é o ministro Luís Felipe Salomão.

No processo, o petista pede indenização de R$ 1 milhão por danos morais devido à famosa coletiva concedida por Dallagnol em 2016 com o auxílio de um PowerPoint.

Na ação, o ex-presidente alega que Dallagnol teria agido de forma abusiva e ilegal em rede nacional ao utilizar demonstração gráfica para apontá-lo como personagem central do esquema de corrupção montado na Petrobras.

A ação foi protocolada originalmente na Justiça de SP no mesmo ano de 2016, mas o juiz Carlo Mazza Britto Melfi, da 5ª Vara Cível de São Bernardo do Campo (SP), rejeitou o andamento, por considerar que a apresentação da denúncia em mídia nacional não antecipou qualquer juízo de condenação.

Em 2018, a defesa do ex-presidente recorreu à 8ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo, que também negou o pedido de indenização. Para os desembargadores, na ação, “não se vislumbra ocorrência de dano moral indenizável”.

Deltan alega que usou o PowerPoint como ferramenta de apoio para facilitar o entendimento do público, considerando a complexidade do esquema e como reação à campanha difamatória de que a Lava Jato foi alvo por parte de advogados de investigados. 

“Erro de cálculo nosso. Foi um erro de conta nosso sobre o modo, que pode ter gerado uma interpretação equivocada por parte da sociedade, mas a nossa intenção era de fazer exatamente o que a gente tinha feito em casos anteriores”, disse o procurador, em entrevista.

Assista:

video destaque

Após perder 2 vezes, Lula vai ao STJ contra ‘PowerPoint’ de Dallagnol

A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) pautou para esta terça-feira (22) o julgamento de uma ação indenizatória apresentada por Lula contra Deltan Dallagnol, ex-coordenador da Lava Jato. O relator do caso é o ministro Luís Felipe Salomão...

A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) pautou para esta terça-feira (22) o julgamento de uma ação indenizatória apresentada por Lula contra Deltan Dallagnol, ex-coordenador da Lava Jato. O relator do caso é o ministro Luís Felipe Salomão.

No processo, o petista pede indenização de R$ 1 milhão por danos morais devido à famosa coletiva concedida por Dallagnol em 2016 com o auxílio de um PowerPoint.

Na ação, o ex-presidente alega que Dallagnol teria agido de forma abusiva e ilegal em rede nacional ao utilizar demonstração gráfica para apontá-lo como personagem central do esquema de corrupção montado na Petrobras.

A ação foi protocolada originalmente na Justiça de SP no mesmo ano de 2016, mas o juiz Carlo Mazza Britto Melfi, da 5ª Vara Cível de São Bernardo do Campo (SP), rejeitou o andamento, por considerar que a apresentação da denúncia em mídia nacional não antecipou qualquer juízo de condenação.

Em 2018, a defesa do ex-presidente recorreu à 8ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo, que também negou o pedido de indenização. Para os desembargadores, na ação, “não se vislumbra ocorrência de dano moral indenizável”.

Deltan alega que usou o PowerPoint como ferramenta de apoio para facilitar o entendimento do público, considerando a complexidade do esquema e como reação à campanha difamatória de que a Lava Jato foi alvo por parte de advogados de investigados. 

“Erro de cálculo nosso. Foi um erro de conta nosso sobre o modo, que pode ter gerado uma interpretação equivocada por parte da sociedade, mas a nossa intenção era de fazer exatamente o que a gente tinha feito em casos anteriores”, disse o procurador, em entrevista.

Assista:

Vídeos mais vistos

1

PT enrola sobre escândalo de leilão

Imagem
0 vídeos
11.06.2024 21:34 2 minutos de leitura
2

Latitude#81: A esquerda mexicana que não é bem de esquerda

Imagem
0 vídeos
08.06.2024 12:45 3 minutos de leitura
3

Gilmar X Moro: a obsessão sem fim

Imagem
0 vídeos
12.06.2024 20:38 1 minuto de leitura
4

A volta do ‘gabinete do ódio’ do PT

Imagem
0 vídeos
10.06.2024 20:35 1 minuto de leitura
5

Mundo deu guinada à direita?

Imagem
0 vídeos
10.06.2024 20:49 1 minuto de leitura

Playlists

Antagonista Docs

Antagonista Meeting

Entrevistas

Ilha de Cultura

Latitude

Meio-Dia em Brasília

Narrativas Antagonista com Madeleine Lackso

Papo Antagonista com Felipe Moura Brasil

Ver mais playlists

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.