Abreu: "Comissão da Reforma Política Não Foi Criada Para Apagar a CPI" Abreu: "Comissão da Reforma Política Não Foi Criada Para Apagar a CPI"
video destaque
05.05.2021

“Comissão da reforma política não foi criada para apagar a CPI da Covid”, diz Renata Abreu

A comissão que vai discutir a reforma política não foi criada para roubar a atenção da CPI da Covid, segundo Renata Abreu, em entrevista ao Papo Antagonista. A deputada federal é a relatora da proposta que será elaborada pelo grupo criado por Arthur Lira...

A comissão que vai discutir a reforma política não foi criada para roubar a atenção da CPI da Covid, segundo Renata Abreu disse ao Papo Antagonista. A deputada federal é a relatora da proposta que será elaborada pelo grupo criado por Arthur Lira.

“A comissão da reforma política não foi criada para apagar a CPI. Seu surgimento ocorreu agora para permitir que o tema seja analisado até outubro.”

Um dos pontos destacados pela relatora é a cláusula de barreira. Ela, que é a favor da mudança aprovada em 2017, diz que o tema precisa ser debatido para que a ferramenta seja aperfeiçoada.

“As pessoas tendem a ver o excesso de partidos políticos como a culpa de todos os problemas do Brasil. Mas a população se sentiria representada hoje apenas pelos 4 maiores partidos do país? Onde ocorreu a renovação política?”

A deputada afirma que, caso essa cláusula seja estendida, apenas reforçaria o poder dos atuais grandes partidos continuem no poder.

Assista:

video destaque

“Comissão da reforma política não foi criada para apagar a CPI da Covid”, diz Renata Abreu

A comissão que vai discutir a reforma política não foi criada para roubar a atenção da CPI da Covid, segundo Renata Abreu, em entrevista ao Papo Antagonista. A deputada federal é a relatora da proposta que será elaborada pelo grupo criado por Arthur Lira...

A comissão que vai discutir a reforma política não foi criada para roubar a atenção da CPI da Covid, segundo Renata Abreu disse ao Papo Antagonista. A deputada federal é a relatora da proposta que será elaborada pelo grupo criado por Arthur Lira.

“A comissão da reforma política não foi criada para apagar a CPI. Seu surgimento ocorreu agora para permitir que o tema seja analisado até outubro.”

Um dos pontos destacados pela relatora é a cláusula de barreira. Ela, que é a favor da mudança aprovada em 2017, diz que o tema precisa ser debatido para que a ferramenta seja aperfeiçoada.

“As pessoas tendem a ver o excesso de partidos políticos como a culpa de todos os problemas do Brasil. Mas a população se sentiria representada hoje apenas pelos 4 maiores partidos do país? Onde ocorreu a renovação política?”

A deputada afirma que, caso essa cláusula seja estendida, apenas reforçaria o poder dos atuais grandes partidos continuem no poder.

Assista:

Vídeos mais vistos

1

Isso, sim, é gafe de Lula

Imagem
0 vídeos
14.06.2024 20:53 1 minuto de leitura
2

Zelensky põe Lula em seu devido lugar

Imagem
0 vídeos
17.06.2024 21:00 1 minuto de leitura
3

O line-up do ‘Gilmarpalooza’

Imagem
0 vídeos
14.06.2024 20:44 1 minuto de leitura
4

O que os políticos não contaram a você sobre o novo projeto do aborto

Imagem
0 vídeos
14.06.2024 20:10 4 minutos de leitura
5

Adoradores de Lula cancelam até o Sérgio Sacani

Imagem
0 vídeos
17.06.2024 19:29 3 minutos de leitura

Playlists

Antagonista Docs

Antagonista Meeting

Entrevistas

Ilha de Cultura

Latitude

Meio-Dia em Brasília

Narrativas Antagonista com Madeleine Lackso

Papo Antagonista com Felipe Moura Brasil

Ver mais playlists

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.