Citando a guerra da Ucrânia, Bolsonaro fala em risco de falta de alimentos: “Ninguém vai se safar” Citando a guerra da Ucrânia, Bolsonaro fala em risco de falta de alimentos: “Ninguém vai se safar”
video destaque
17.03.2022

Citando a guerra da Ucrânia, Bolsonaro fala em risco de falta de alimentos: “Ninguém vai se safar”

Jair Bolsonaro afirmou hoje, durante solenidade em que anunciou um pacote de bondades, que o Brasil pode ficar sem alimentos, caso a guerra na Ucrânia se estenda. “Nós ficamos sem gasolina, sem zap, sem Corinthians, sem Palmeiras"...

Jair Bolsonaro afirmou hoje, durante solenidade em que anunciou um pacote de bondades, que o Brasil pode ficar sem alimentos, caso a guerra na Ucrânia se estenda.

“Nós ficamos sem gasolina, sem zap, sem Corinthians, sem Palmeiras, sem um montão de coisas, mas não ficamos sem comida. Se essa guerra se aprofunda, se medidas drásticas começam a ser adotadas de um lado ou de outro, faltará coisas básicas para nós”, declarou o presidente da República (foto), durante ato no Palácio do Planalto.

“Aqui, no primeiro momento, cai a produtividade, num segundo falta alimento. Todo mundo aqui está ameaçado nessa guerra. Ninguém vai se safar”, complementou Jair Bolsonaro.

Como mostramos em primeira mão, o governo anunciou uma série de medidas para tentar reaquecer a economia, como a antecipação de 13º para aposentados e a concessão de empréstimos para a população de baixa renda.

Assista:

video destaque

Citando a guerra da Ucrânia, Bolsonaro fala em risco de falta de alimentos: “Ninguém vai se safar”

Jair Bolsonaro afirmou hoje, durante solenidade em que anunciou um pacote de bondades, que o Brasil pode ficar sem alimentos, caso a guerra na Ucrânia se estenda. “Nós ficamos sem gasolina, sem zap, sem Corinthians, sem Palmeiras"...

Jair Bolsonaro afirmou hoje, durante solenidade em que anunciou um pacote de bondades, que o Brasil pode ficar sem alimentos, caso a guerra na Ucrânia se estenda.

“Nós ficamos sem gasolina, sem zap, sem Corinthians, sem Palmeiras, sem um montão de coisas, mas não ficamos sem comida. Se essa guerra se aprofunda, se medidas drásticas começam a ser adotadas de um lado ou de outro, faltará coisas básicas para nós”, declarou o presidente da República (foto), durante ato no Palácio do Planalto.

“Aqui, no primeiro momento, cai a produtividade, num segundo falta alimento. Todo mundo aqui está ameaçado nessa guerra. Ninguém vai se safar”, complementou Jair Bolsonaro.

Como mostramos em primeira mão, o governo anunciou uma série de medidas para tentar reaquecer a economia, como a antecipação de 13º para aposentados e a concessão de empréstimos para a população de baixa renda.

Assista:

Vídeos mais vistos

1

PT enrola sobre escândalo de leilão

Imagem
0 vídeos
11.06.2024 21:34 2 minutos de leitura
2

Latitude#81: A esquerda mexicana que não é bem de esquerda

Imagem
0 vídeos
08.06.2024 12:45 3 minutos de leitura
3

Gilmar X Moro: a obsessão sem fim

Imagem
0 vídeos
12.06.2024 20:38 1 minuto de leitura
4

A volta do ‘gabinete do ódio’ do PT

Imagem
0 vídeos
10.06.2024 20:35 1 minuto de leitura
5

Mundo deu guinada à direita?

Imagem
0 vídeos
10.06.2024 20:49 1 minuto de leitura

Playlists

Antagonista Docs

Antagonista Meeting

Entrevistas

Ilha de Cultura

Latitude

Meio-Dia em Brasília

Narrativas Antagonista com Madeleine Lackso

Papo Antagonista com Felipe Moura Brasil

Ver mais playlists

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.