Bolsonaro enaltece golpe de 1964: "Todos aqui tinham o direito de ir e vir" Bolsonaro enaltece golpe de 1964: "Todos aqui tinham o direito de ir e vir"
video destaque
31.03.2022

Bolsonaro enaltece golpe de 1964: “Todos aqui tinham o direito de ir e vir”

Em evento no Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro (foto) celebrou nesta quinta-feira (31) o aniversário do golpe militar de 1964. Segundo o presidente, durante o regime, havia liberdade para "ir e vir". O presidente aproveitou seu discurso para saudar Daniel Silveira...

Em evento no Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro (foto) celebrou nesta quinta-feira (31) o aniversário do golpe militar de 1964. Segundo o presidente, durante o regime, havia liberdade para “ir e vir”.

O presidente aproveitou seu discurso para saudar Daniel Silveira, deputado que descumpriu uma determinação de Alexandre de Moraes para colocar tornozeleira eletrônica e decidiu dormir na Câmara.

“Todos aqui, Daniel Silveira, tinham o direito de ir e vir no Brasil, de trabalhar, de constituir família, de estudar, como muitos aqui estudaram.”

Bolsonaro afirmou que a imprensa brasileira tenta esconder os fatos. Segundo ele, o Brasil vive uma luta “da verdade contra a mentira”.

“A resiliência do povo brasileiro, o trabalho naqueles anos, foi difícil também. É uma luta da verdade contra a mentira. Da história contra a estória. Do bem contra o mal. O Brasil resistiu. Foram obras fantásticas, desbravamento do Centro-Oeste. O que seria do nosso mar territorial sem Emílio Garrastazu Médici?”

Assista:

video destaque

Bolsonaro enaltece golpe de 1964: “Todos aqui tinham o direito de ir e vir”

Em evento no Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro (foto) celebrou nesta quinta-feira (31) o aniversário do golpe militar de 1964. Segundo o presidente, durante o regime, havia liberdade para "ir e vir". O presidente aproveitou seu discurso para saudar Daniel Silveira...

Em evento no Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro (foto) celebrou nesta quinta-feira (31) o aniversário do golpe militar de 1964. Segundo o presidente, durante o regime, havia liberdade para “ir e vir”.

O presidente aproveitou seu discurso para saudar Daniel Silveira, deputado que descumpriu uma determinação de Alexandre de Moraes para colocar tornozeleira eletrônica e decidiu dormir na Câmara.

“Todos aqui, Daniel Silveira, tinham o direito de ir e vir no Brasil, de trabalhar, de constituir família, de estudar, como muitos aqui estudaram.”

Bolsonaro afirmou que a imprensa brasileira tenta esconder os fatos. Segundo ele, o Brasil vive uma luta “da verdade contra a mentira”.

“A resiliência do povo brasileiro, o trabalho naqueles anos, foi difícil também. É uma luta da verdade contra a mentira. Da história contra a estória. Do bem contra o mal. O Brasil resistiu. Foram obras fantásticas, desbravamento do Centro-Oeste. O que seria do nosso mar territorial sem Emílio Garrastazu Médici?”

Assista:

Vídeos mais vistos

1

PT enrola sobre escândalo de leilão

Imagem
0 vídeos
11.06.2024 21:34 2 minutos de leitura
2

Latitude#81: A esquerda mexicana que não é bem de esquerda

Imagem
0 vídeos
08.06.2024 12:45 3 minutos de leitura
3

Gilmar X Moro: a obsessão sem fim

Imagem
0 vídeos
12.06.2024 20:38 1 minuto de leitura
4

A volta do ‘gabinete do ódio’ do PT

Imagem
0 vídeos
10.06.2024 20:35 1 minuto de leitura
5

Mundo deu guinada à direita?

Imagem
0 vídeos
10.06.2024 20:49 1 minuto de leitura

Playlists

Antagonista Docs

Antagonista Meeting

Entrevistas

Ilha de Cultura

Latitude

Meio-Dia em Brasília

Narrativas Antagonista com Madeleine Lackso

Papo Antagonista com Felipe Moura Brasil

Ver mais playlists

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.