O Antagonista

Prefeitura desapropria imóvel para construir estádio do Flamengo

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 24.06.2024 12:37 comentários
Esportes

Prefeitura desapropria imóvel para construir estádio do Flamengo

Segundo o Flamengo, o novo estádio não apenas servirá para partidas, mas também como um catalisador para a revitalização da zona portuária

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 24.06.2024 12:37 comentários 0
Prefeitura desapropria imóvel para construir estádio do Flamengo
Foto: Divulgação/Pref. do Rio de Janeiro

A prefeitura do Rio de Janeiro emitiu um decreto, nesta segunda-feira, 24, para a desapropriação de um imóvel para a construção do estádio do Flamengo, localizado na zona portuária, mais precisamente onde se encontrava o antigo complexo do Gasômetro.

Este movimento municipal busca acelerar o processo de negociação que o clube rubro-negro vinha conduzindo há anos com a Caixa Econômica Federal, que é a atual proprietária do terreno. A integração entre o governo municipal e o Flamengo promete não apenas um estádio, mas um complexo de entretenimento completo.

Segundo Eduardo Paes, o empreendimento é mais do que uma estrutura esportiva; é uma peça chave na revitalização de uma área fundamental da cidade.

Em um vídeo nas redes sociais o prefeito disse: “O projeto não se limita a um estádio, mas incluirá um centro de convenções, configurando-se como um polo de entretenimento essencial para a economia local.”

Desapropriação

A desapropriação de terrenos, especialmente aqueles de posse estatal como é o caso do Gasômetro, envolve uma complexa matriz legal. Rafael Marinangelo, especialista em Direito da Construção, que falou ao portal Terra, aponta que a Constituição Federal prevê o processo, mas sempre acompanhado de indenizações justas aos antigos proprietários, neste caso, a Caixa Econômica Federal.

Além dos aspectos legais, há também grandes desafios financeiros. O Flamengo já tentou negociar diretamente com a Caixa, oferecendo R$ 250 milhões pelo espaço, porém sem sucesso. Agora, com a desapropriação, a Prefeitura do Rio se compromete a indenizar o banco estatal, destacando a complexidade e a magnitude dos valores envolvidos.

O que diz o Flamengo

A decisão da prefeitura foi bastante celebrada pelo clube, que vê o desenvolvimento do estádio como uma realização de um sonho antigo da nação rubro-negra:

O Clube de Regatas do Flamengo parabeniza a decisão da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro em desapropriar o terreno do Gasômetro, na região portuária.

A decisão do prefeito Eduardo Paes reconhece o interesse público envolvido e propicia um passo importantíssimo na realização do projeto para erguer o estádio próprio do Flamengo, sonho de toda a Nação Rubro-Negra.

A diretoria do Flamengo tem plena consciência da importância desta obra tanto para o nosso clube como também para a revitalização de uma das mais tradicionais áreas de nossa cidade.

Nosso projeto prevê um enorme investimento financeiro no local, capaz de ajudar na transformação de toda a região do entorno do novo estádio, valorizando em muito a área e entregando para a nossa cidade um novo e moderno espaço, tanto de entretenimento quanto comercial.

Ganharão a cidade e todos os cariocas. Ganharão o Flamengo e toda a Nação Rubro-Negra.

Fica o nosso registro dos mais sinceros agradecimentos ao prefeito Eduardo Paes e ao Deputado Federal Pedro Paulo pela sensibilidade que ambos sempre tiveram a respeito deste tema e pela visão empreendedora e positiva em relação ao desenvolvimento econômico e social da cidade do Rio de Janeiro.

Mais Lidas

1

Haddad descobre uma das únicas coisas que funcionam no Brasil, o meme

Visualizar notícia
2

Biden ironiza diagnóstico de covid-19 para criticar Musk

Visualizar notícia
3

Atirador avisou: "13 de julho será minha estreia"

Visualizar notícia
4

ONG anti-Israel admite crimes de guerra do Hamas

Visualizar notícia
5

Crusoé: Líderes democratas no Congresso pediram a Biden que desistisse, diz imprensa

Visualizar notícia
6

Corina acusa Maduro de raptar chefe de segurança

Visualizar notícia
7

Bruninho Samudio, filho de Bruno e Eliza, assina com o Botafogo

Visualizar notícia
8

Em discurso emocional, JD Vance defende trabalhadores americanos

Visualizar notícia
9

"Israel deve focar em túneis e quebrar espinha dorsal do Hamas"

Visualizar notícia
10

Segundo 7 de Setembro de Lula poderá custar até R$ 7,4 milhões

Visualizar notícia

Tags relacionadas

Caixa Econômica Federal Desapropriação Eduardo Paes estádio Flamengo Rio de Janeiro
< Notícia Anterior

FGTS: nova era de rendimentos começa em Junho, saiba tudo sobre as mudanças

24.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Taiwan x China: A batalha pode acabar em guerra

24.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Bruninho Samudio, filho de Bruno e Eliza, assina com o Botafogo

Bruninho Samudio, filho de Bruno e Eliza, assina com o Botafogo

Alexandre Borges
18.07.2024 07:33 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Botafogo vence o Palmeiras e assume liderança do Brasileirão. Veja o gol

Botafogo vence o Palmeiras e assume liderança do Brasileirão. Veja o gol

18.07.2024 07:32 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Jogos de hoje 18/07: Onde assistir e horários na TV e no streaming

Jogos de hoje 18/07: Onde assistir e horários na TV e no streaming

18.07.2024 06:21 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Torcida do Botafogo pendura "Leila Pereira enforcada" em protesto

Torcida do Botafogo pendura "Leila Pereira enforcada" em protesto

17.07.2024 19:50 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.