O Antagonista

Hamilton vence por estratégia e experiência

avatar
José Inácio Pilar
5 minutos de leitura 09.07.2024 10:25 comentários
Análise

Hamilton vence por estratégia e experiência

Uma corrida movimentada pela chuva no GP da Inglaterra de Fórmula 1 foi palco do ressurgimento de um cerebral Lewis Hamilton

avatar
José Inácio Pilar
5 minutos de leitura 09.07.2024 10:25 comentários 0
Hamilton vence por estratégia e experiência
Foto: MercedesAMGF1

No movimentado GP da Inglaterra de Fórmula 1 tivemos um claro vencedor, Lewis Hamilton (foto), mas além dele, mais pilotos e equipes foram impactados com o resultado dessa corrida, seja literalmente, pelo lugar em que chegaram, seja pelas implicações que esses resultados poderão ter num futuro próximo. Vamos à análise de quem ganhou e quem perdeu nesse chuvoso fim de semana inglês.

Quem ganhou

  • Lewis Hamilton, que estava há 945 dias sem vencer na categoria e passava a questionar se estava ficando velho demais (tem 39) e se tem capacidade de vencer. Ainda que o carro da tenha se adapado muito bem à pista e as mudanças das condições de pista com o chove-não-chove o tenha ajudado, ser rápido e jogar com essa realidade melhor que os demais foi a condição para seu triunfo.
  • Mercedes, outra equipe que se reencontrou e parece — pelo menos por enquanto — em condições de disputar pódios. Vitórias, como nas duas últimas corridas, dependeram um pouco de circunstâncias extraordinárias, mas isso também pode mudar. 
  • Max Verstappen, que começou a corrida largando bem mas depois foi escalado pelas McLaren de Norris e Piastri, no fim terminou à frente das duas, mantendo sua vantagem na pontuação do campeonato bem confortável e mostrando que também sabe jogar bem com condições de pista cambiantes. 
  • A equipe Haas e seu piloto Nico Hulkenberg, mais uma vez marcaram importantes pontos. Magnussen não conseguiu capitalizar, mas de toda forma fica clara a evolução do carro da equipe americana, resta ver se em circuitos com outras características técnicas o bom desempenho se repetirá. 
  • A dupla da Aston Martin marcou bons pontos depois de um período de seca nas corridas anteriores. A equipe, que ainda não reencontrou o caminho da competitividade, ao menos não afundou novamente e parece ter reascendido (um pouco) com a nova asa dianteira, enquanto esperam mais novidades aerodinâmicas para a próxima etapa, na travada pista da Hungria.
  • Alex Albon soube capitalizar com o ocaso de Perez, Russell e Leclerc e extraiu o melhor do seu Williams-Mercedes, um carro que sabidamente não está entre os mais rápidos, para chegar na zona de pontuação, isso mesmo depois de ter que desviar de confusões na primeira curva, onde quase o tiraram da corrida.

Quem perdeu

  • Sergio Perez, o companheiro de Verstappen, nem parece dispor de um carro igual ao do holandês, tamanha a discrepância de resultados. Largou em 19º depois de rodar no começo da classificação e na corrida vinha com uma modestíssima atuação quando foi ainda mais prejudicado pela equipe, quando, provavelmente para testar uma estratégia, o chamou cedo demais para a troca de pneus. Mas mesmo dentre os que fizeram essa opção errada ele não se saiu bem. Sua falta resultados pode lhe custar o emprego se não reagir nos próximos meses. 
  • George Russell fez a pole position e liderava a corrida até começar a chover, quando foi ultrapassado por Hamilton e depois por Lando Norris. Mais adiante, já um pouco fora da disputa pela ponta, teve que abandonar com problemas mecânicos. 
  • McLaren. Se por um lado a equipe conta com um bom carro, talvez o melhor no momento, e bons pilotos, por outro demostrou ainda não ter a mesma inteligência estratégica que seus rivais diretos, como atestado na hora de chamar seus pilotos para trocar os pneus, por exemplo, deixando-os tempo demais com as opções erradas. 
  • Depois de respirarem um pouco nas duas últimas corridas, marcando um ou outro pontinho, aqui ficaram devendo, e muito. Gasly teve um fim de semana para esquecer, por problemas técnicos e por pura falta de desempenho, como seu companheiro, Ocon comprova com resultados igualmente modestos. 
  • Daniel Riccardo, que entrou na equipe para pressionar Perez na Red Bull, não teve um desempenho digno de aplausos, ficando 3 posições atrás de seu companheiro, Yuki Tsunoda, que marcou seu pontinho. Arrisca perder o lugar na equipe para o novato Lian Lawson, que é da academia de talentos do grupo dono da Red Bull e da RB, pela qual corre o australiano famoso pelo sorriso. 
  • Charles Leclerc teve um final de semana para esquecer. Não se achou com o carro, que usava algumas peças novas, e com isso não se classificou bem largando em 11º, mas com a equipe o chamando cedo demais para colocar pneus para chuva, despencou e só conseguiu remar até uma modesta 14ª posição na bandeirada. 
  • A Ferrari, como um todo, deixou de ser a grande ameaça à Red Bull, deixando esse papel à McLaren e Mercedes. A percepção geral é que os italianos estão meio perdidos no desenvolvimento do carro e a luta agora é para voltar a ser a segunda força, como o modesto 5º lugar do eficiente Sainz parece comprovar.

Eis o resultado completo do GP da Inglaterra:

1) Lewis Hamilton (Mercedes), 52 voltas
2) Max Verstappen (Red Bull/Honda RBPT), +1.465s
3) Lando Norris (McLaren/Mercedes), +7.547s
4) Oscar Piastri (McLaren/Mercedes), +12.429s
5) Carlos Sainz (Ferrari), +47.318s
6) Nico Hülkenberg (Haas/Ferrari), +55.722s
7) Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes), +56.569s
8) Fernando Alonso (Aston Martin/Mercedes), +1’03.577s
9) Alexander Albon (Williams/Mercedes), +1’08.387s
10) Yuki Tsunoda (RB/Honda RBPT), +1’19.303s
11) Logan Sargeant (Williams/Mercedes), +1’28.960s
12) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari), +1’30.153s
13) Daniel Ricciardo (RB/Honda RBPT), 51 voltas
14) Charles Leclerc (Ferrari), 51
15) Valtteri Bottas (Sauber/Ferrari), 51
16) Esteban Ocon (Alpine/Renault), 50
17) Sergio Pérez (Red Bull/Honda RBPT), 50
18) Zhou Guanyu (Sauber/Ferrari), 50
George Russell (Mercedes) – abandonou
Pierre Gasly (Alpine/Renault) – abandonou

Mais Lidas

1

Astro de Hollywood cancela turnê após "piada" sobre atentado a Trump

Visualizar notícia
2

"Tiros mostram qual é a alternativa à democracia constitucional"

Visualizar notícia
3

PT não acredita que Trump sofreu um atentado?

Visualizar notícia
4

Exclusivo: Após lobby, clã Bolsonaro cria ‘startup’ para explorar grafeno

Visualizar notícia
5

Janones promete seguir "chafurdando na lama"

Visualizar notícia
6

China bane maior aplicativo católico do mundo

Visualizar notícia
7

A receita para denunciar desafetos do STF

Visualizar notícia
8

Mercado repercute Lula e Trump

Visualizar notícia
9

Human Rights Watch finalmente reconhece centenas de crimes de guerra do Hamas

Visualizar notícia
10

Musk mobiliza Vale do Silício para apoiar Trump

Visualizar notícia

Tags relacionadas

corrida F1 Ferrari Fórmula 1 GP de Fórmula 1 Inglaterra Lewis Hamilton Max Verstappen McLaren Mercedes Mercedes-Benz
< Notícia Anterior

PF prende secretário de Educação de Belford Roxo

09.07.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Traficantes usam drones armados com granadas para atacar rivais no Rio

09.07.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

José Inácio Pilar

É advogado formado na FAAP e pós-graduado em comunicação na FGV, teve um talk show de automobilismo na TV, e por 10 anos um site dedicado ao mesmo assunto, com passagens pelo mundo corporativo sempre ligado ao tema de comunicação. Roteiriza e apresenta o programa Café Antagonista semanalmente, além de assinar colunas de automobilismo e de entretenimento.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

30 anos do Tetra: Uma jornada inesquecível

30 anos do Tetra: Uma jornada inesquecível

17.07.2024 12:22 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Flamengo tem a maior folha salarial do Brasil; veja ranking

Flamengo tem a maior folha salarial do Brasil; veja ranking

17.07.2024 12:18 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
SÃO PAULO X GRÊMIO: Horários e onde assistir

SÃO PAULO X GRÊMIO: Horários e onde assistir

17.07.2024 12:17 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
ATLÉTICO-GO X VASCO: Horários e onde assistir

ATLÉTICO-GO X VASCO: Horários e onde assistir

17.07.2024 11:47 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.